Artefato ligado aos cananeus é descoberto

A cabeça da estátua da deusa Anat de 4.500 anos, um ídolo do povo antigo que Deus ordenou que os israelitas expulsassem da Terra Prometida por quebrar Seus mandamentos e adorar falsos deuses foi descoberto por um fazendeiro palestino.

A estátua de calcário tem cerca de oito polegadas de altura e tem uma serpente, como coroa, esculpida na cabeça. A deusa cananéia era um ídolo dos cananeus, um grupo de pessoas que Deus ordenou que fossem expulsos de Israel no Antigo Testamento.

O Ministério do Turismo e Antiguidades, administrado pelo Hamas, anunciou a descoberta do chefe durante uma entrevista coletiva em Gaza na terça-feira. O The New Arab informou que Jamal Abu Rida, diretor-geral de Antiguidades e Patrimônio Cultural do ministério, estimou que a estátua remonta a 2.500 a.C.

Segundo Abu Rida, Anat era a deusa do amor, da beleza e da guerra na mitologia cananeia.

Ele argumentou que a estátua fez um ponto político, afirmando que a “presença” dela refuta “a afirmação sionista de que a terra da Palestina é uma terra sem povo para um povo sem terra”. Ele também sustentou que o agricultor que fez a descoberta, Nidal Abu Eid, encontrou o artefato na cidade al-Qarara de Khan Younis, no dia vinte e cinco de abril.

Ao The New Arab, o agricultor, disse que encontrou o objeto enlameado por acaso quando cultivava a terra. No entanto, ao lavar ele percebeu que se tratava de uma coisa valiosa.

O fazendeiro cogitou vender a estátua da deusa, mas mudou de ideia quando um arqueólogo o informou de seu “grande valor arqueológico”.

Como a BBC relatou, a estátua de Anat está em exibição em um dos poucos museus de Gaza em Qasr al-Basha.

Como o The Times of Israel noticiou em 2017, o Hamas destruiu os restos da cidade cananeia de Tel es-Sakan para construir casas e bases militares.

Na época, Abu Rida disse que a destruição da cidade cananeia era “desastrosa para a arqueologia e o patrimônio cultural da Palestina”.

De acordo com o Projeto Bíblico, os cananeus ocuparam Israel, a terra que Deus havia prometido a Abraão. Eles eram descendentes de Canaã, neto de Noé, que foi amaldiçoado pelo pecado de seu pai contra Noé em Gênesis 9.20-25.

Com informações: The Christian Post / Por: Samantha / Foto: CNN Brasil

Rua Dr. Augusto Lopes Pontes, n°262
Costa Azul, Salvador – BA, 41760-035