Cristão mantém o sonho de servir a Cristo na Colômbia

Após 16 anos servindo no abrigo de crianças na Colômbia, o irmão Fernando Largo contou a própria história de enfrentamento à perseguição religiosa. Ele experimentou o verdadeiro amor por meio da missão no Abrigo Lar Cristão mantido pela Portas Abertas no país. Fernando se converteu ao cristianismo quando tinha 18 anos.  

A região onde morava, no Sudeste da Colômbia, estava dominada por grupos guerrilheiros, crime organizado e culturas ilícitas. Ele e a família estavam constantemente à mercê dos grupos. Ameaças de morte vinham quase que diariamente, bem como ofertas sedutoras para ganhar dinheiro facilmente.  

Como muitas outras famílias das áreas rurais da Colômbia, a família de Fernando foi deslocada de sua cidade natal. Dez anos se passaram desde que sua família teve que sair de casa. Tudo parecia estar indo bem, até que eles se viram deslocados novamente. 

Um dos líderes da guerrilha que controlava a área começou a recrutar, à força, menores para suas operações. Ele exigia que todas as famílias entregassem seus filhos. Então, os pais de Fernando partiram em busca de um lugar mais seguro para viver. Para proteger as crianças, a família perdeu tudo o que tinha construído.  

Foi neste momento que Deus revelou planos para os pais de Fernando por meio do abrigo para crianças da Portas Abertas na Colômbia. Eles começaram a trabalhar no Abrigo Lar Cristão — o pai trabalhava na fazenda enquanto a mãe ajudava na cozinha. Ao servir as crianças que também haviam fugido da violência nas comunidades, Fernando experimentou o grande amor que Deus tinha por ele. Para ele antes dessa experiência, o amor de Deus era apenas um conceito, mas ele sentiu isso se tornando real e foi completamente transformado.   

Com informações: Portas Abertas (17.01.22)

Rua Dr. Augusto Lopes Pontes, n°262
Costa Azul, Salvador – BA, 41760-035