Missão cristã já salvou mais de 90 mil bebês do aborto nos EUA

Um centro de gravidez do Texas está celebrando a vida de 90 mil crianças que foram salvas do aborto em seus primeiros 30 anos de operação nos Estados Unidos.

O Centro de Gravidez Prestonwood trabalha para convencer as mulheres a escolherem a vida por causa de um “compromisso divino”, disse a diretora executiva, Leanne Jamieson, à CBN News.

“Quando uma jovem ou um casal entra pela porta do nosso centro, vemos isso como um compromisso divino. Em nossa experiência, eles estão geralmente quebrantados e em busca de esperança”, disse Jamieson. “Isso muitas vezes revela outras áreas de suas vidas nas quais estão lutando”.

Os centros de gravidez são organizações criadas nos EUA para orientar mulheres grávidas a não fazerem um aborto. Este tipo de instituição, que geralmente é administrada por cristãos, oferece não apenas atendimento médico, mas também assistência financeira, recursos para a criação dos filhos e referências de adoção.

“Acho que os centros de gravidez são um campo missionário muito especial. É por isso que existimos, para ajudar aquelas que se encontram em uma gravidez não planejada, e oferecemos muito para elas”, explica Jamieson.

“Fornecemos testes de gravidez e ultrassonografias, fornecemos recursos e tudo o que precisamos fazer para ajudar a investir naquela mulher ou naquele casal, para ajudá-los a se tornarem os pais que acreditamos que Deus os chamou para serem”, a diretora acrescenta.

Jamieson também explicou porque são feitas as referências de adoção: “Acreditamos que todo bebê deve nascer, mas nem toda mãe nascida deve ser mãe”.

Por isso, a equipe da Prestonwood é formada por “bons ouvintes”, que conseguem orientar com muito mais facilidade, afirma Jamieson. “Eu digo aos nossos voluntários e à nossa equipe: ‘Se você é um bom ouvinte, então Deus vai abrir essa porta’”.

Vidas para Jesus

O Centro de Gravidez Prestonwood foi fundado em 1991 pelo pastor Jack Graham, da Igreja Batista Prestonwood em Plano, no Texas.

Ele sentiu o chamado para fundar um centro de gravidez depois de fazer um sermão sobre a decisão da Suprema Corte dos EUA no caso Roe vs. Wade, que reconheceu o direito ao aborto no país. “Quando ele saiu do púlpito, o Senhor lhe disse: ‘O que você vai fazer sobre isso?’”, conta Jamieson. 

Além de ajudar as mulheres que enfrentam uma gravidez não planejada, o Centro de Gravidez Prestonwood trabalha para compartilhar o Evangelho de Cristo com suas pacientes. 

“Temos milhares e milhares de conversas sobre o Evangelho todos os anos e mais de 400 mulheres aceitaram Jesus como Salvador”, revela Jamieson. “Isso nos ajuda a fazer não só uma diferença terrena, mas também uma diferença eterna”.

No ano passado, o Centro de Gravidez Prestonwood abriu um novo escritório em Dallas, do outro lado da rua de uma clínica de aborto da Planned Parenthood.

“Deus nos apontou lá”, disse Jamieson ao Christian Post em uma entrevista anterior. “Acreditamos que somos chamados para sermos luz na escuridão. Queremos que as mulheres saibam, antes de entrarem no estacionamento do outro lado da rua, que elas têm uma opção”, disse ela à CBN.


Fonte: Guiame/ Com informações do Christian Post – Foto: Catholic Courier.
17/02/2021

Rua Dr. Augusto Lopes Pontes, n°262
Costa Azul, Salvador – BA, 41760-035